04 outubro 2011

O meu orgulho

É um grande defeito que há em mim. Sou orgulhosa, e levo muito a peito o que dizem de mim. Se magoam-me sou capaz de magoar ainda mais essa pessoa. Não gosto que me rebaixem perante pessoas insignificantes, que não sabem nada de mim. Que falem de mim atrás das costas e pela frente são as melhores. Utilizam-me como um objecto. Que dizem que sou a melhor, que depois acabo por descobrir que não passo de uma mera peça de um jogo. Detesto que brinquem com os meus sentimentos, que usem como algo para saciar as suas necessidades as suas carências.
Quanto mais me magoam, mais me fecho, fico fria de coração rígido, digo coisas que possam magoar a pessoa. Ontem foi um dia desses. Abri a boca, e não consegui conter o que sentia. Fiz chorar, ficar com raiva de mim. Mas já não aguentava de a ver a ter atitudes de gente sem noção das coisas. Se temos responsabilidades temos que arca-las, não colocar nos ombros de outrem como se não houvesse problema nenhum. Adoro ajudar quem é mais próximo, contudo sou capaz de chamar atenção de uma forma bruta, para cair na realidade.

2 comentários:

Diz algo